sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Sexta-feira...que acerte na cabeça, em cheio!



Sabe o que é? É que hoje é sexta-feira... e eu sei que vou ser invadida por uma imensa vontade de sair procurando uma paixão na pista de dança, na imensidão da noite, nas infinitas possibilidades de me perder em alguém que não vai me levar a lugar algum!


É que eu preciso cair de cabeça pra me arrebentar e dizer que sofri por alguém que não me deu a mínima, achar alguém que me tire do sério e me deixe no cio, que se aproxime por meus feromônios e me encoste na parede revirando minha mente ha mil por hora pra se partir numa batida e se transformar em um milhão de pedaços diferentes!


Procuro uma possibilidade de entrar no mundo fornecido pela sexta a noite e sentir que até meus pelos se entregaram pra um cara... só um cara que parece não ter nada a oferecer, um cara que eu olhe e pense: "O que foi que eu vi nele?", um cara que me faça gritar e perder a sanidade, que me faça gemer e querer sumir da face da terra, que me faça sentir algo que não me conforme! Alguém que aperte o botão certo, que brinque, que minta com o sorriso mais cínico pra me fazer acreditar e abusar da minha paciência. Que me arrepie!


Ombros largos, cara de demônio, bem vestido, dizendo tudo o que eu quero ouvir e tudo o que me faça querer contrariar pelo simples fato de ele mexer comigo... Olhos sedutores que me molhem em segundos, braços com o poder de me possuir em um instante, de me decifrar em uma fração de segundos. Cheiro de homem, macho alfa, que me pegue firmemente pelos cabelos pra dizer frases falsamente carinhosas e me hipnotizar por uma noite inteira.


Que tenha cara de cafajeste de primeira e sono de criança. Que seja apaixonante e irritante. Que mexa com os meus polos, com a minha direção, meu sono...me faça querer fugir e correr atrás ao mesmo tempo! Que me agarre na escada e não tenha a mínima paciência de esperar pra me devorar, que queira fugir pra bem longe comigo, que queira me raptar pra depois jogar fora e sumir! Que me deixe mordida de ciúme, perdendo a razão e todo meu ar, revirando meu estômago e me afunde numa caneca de brigadeiro, em litros de cerveja só pra me olhar bêbada no espelho do banheiro com raiva de perder o controle, de sentir, de ser tonta, de acreditar!


Alguém que me desperte a vontade de mandar um e-mail quilométrico dizendo um monte de frases contraditórias só pra não dar na cara a paixão descarada... Que me de frio na barriga, que faça os meus joelhos tremerem e perder toda a fala racional na hora certa, no cara a cara. Que domine meus pensamentos 24h por dia e me faça querer ser exorcizada dizendo que não quero mais e quando ele voltasse, meu corpo simplesmente ignorasse toda a razão e me desobedecesse se entregando em orgasmos enlouquecidos.


Um romance inventado e revirado do início ao fim, cheio de surpresas estranhas , de noites sacanas, de vinhos falsos e de palavras momentâneas, regado a muita ilusão e que se transforme em um poço de lembranças, lembranças de sextas estreladas sob o luar...Um pulo no abismo, um salto no escuro, uma camisa de força, salto de paraquedas.


Tudo isso pode acontecer numa sexta a noite... (ou não)




Boa sexta pra todos! = *



2 comentários:

  1. \O/ verdade... estou toda a sexta torcendo por isso hauahau
    Obrigada pela visita! ;)

    ResponderExcluir

Comenta aew! :)

leia também...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...